Por Que Investidores Ricos Ficam Mais Ricos na Crise

Parece uma contradição, mais existem pessoas que ficam ainda mais ricas em crises. São os investidores ricos.

Não parece razoável a afirmação acima, pois parece intuitivo que na crise todos ficam menos ricos ou mais pobres, mas me dê a oportunidade de explicar.

Na crise, empresas entram em dificuldades financeiras, inflação sobe demasiadamente ou vai a zero (pode ser que nem todos estejam familiarizados com este fato, mas a inflação zerada ou até negativa, também é sinal de crise financeira), o desemprego dispara, os governos populistas tentam resolver as crises com intervenção, etc.

Vimos (e ainda estamos vendo) algumas (quase todas) as mazelas de uma crise gerada por um Governo perdulário aqui mesmo no Brasil. É muito ruim viver uma crise destas, mas não se engane: este negócio de crise é cíclico. Nós e o mundo inteiro (quase o mundo inteiro) vivemos mergulhos em crises e recuperações das mesmas.

Só que os investidores ricos, com paciência suficiente para aguardar estes momentos de crise chegarem, sem se deixarem influenciar pela ganância dos ganhos imediatos, acumulam patrimônio com o tempo, justamente para poderem comprar ativos descontados exatamente no momento em que o pânico toma conta dos novatos.

Que Tipo de Investidores Ricos Conseguem Isto?


Investidores que são conhecidos por terem a prática do Value Investing como orientador para seus investimentos tentam, de uma forma simplificada sempre comprar empresas que estão sendo negociadas abaixo de seu valor. Não é só isto, mas resumidamente dá para aceitar minimamente esta definição.

Só para explicar um pouco melhor dois conceitos, mas sem entrar em informações mais técnicas, VALOR é quanto a empresa vale, a partir de cálculos de projeção de fluxos de caixa futuros levados até o infinito (perpetuidade) e trazidos a valor presente por uma taxa de desconto.

Já o PREÇO é por quanto a empresa está sendo negociada em Bolsa, o que pode ser igual, menor ou maior do que o VALOR da empresa.

Em momentos de euforia o preço pode disparar com relação ao valor em momentos de crise (depressão), este preço pode ficar dramaticamente abaixo do seu valor justo. Por isto dizem que o Sr. Mercado é um maníaco-depressivo, alternando momentos de euforia e depressão, te oferecendo valores altíssimos ou baixíssimos dependendo do seu humor.

Claro que este negócio de calcular o VALOR da empresa envolve vários tipos de incógnitas, já que prever até o infinito a geração de caixa de uma empresa e depois estimar uma taxa de desconto apropriada para trazer estes fluxos de caixa futuros a valor presente é um trabalho de futurologia bem complicado. Simplesmente, na minha opinião, não dá para fazer. Ou melhor, dá pra fazer, mas não é um cálculo muito confiável

Mas, podemos entender o momento da empresa, com a ajuda de indicadores atuais, comparando-os então com o passado da empresa (neste ponto é bom retornar o máximo possível) e com seus concorrentes e a partir destas informações, ter uma ideia (veja bem, dá pra ter uma IDEIA e não uma CERTEZA) do quão cara ou barata ela está sendo negociada.

Como Se Aproveitar dos Momentos de Crise?


Os investidores dos quais falamos acima, constroem um patrimônio em Renda Fixa, contando com rendimentos de ações que já possuem em carteira, para comprar ações que se encontram “descontadas” em momentos de crise.

Como estes investidores não são fisgados pela ganância dos ganhos imediatos ou no curtíssimo prazo, eles mantem suas carteiras durante anos a fio, recebendo dividendos, juros sobre capital próprio, rendimentos (como no caso de Fundos Imobiliários) e vão aplicando em Renda fixa ou outros tipos de investimento mais seguro durante este tempo.

Quando a crise bate à porta de todo mundo, eles têm dinheiro suficiente para “segurar o tranco” da crise e da queda nos preços de suas empresas (que foram reavaliadas com o tempo e mantém suas teses de investimento inalteradas) e vão comprando sistematicamente mais ações, para que então possam, na recuperação que virá (porque a recuperação sempre vem) eles possuam mais ações ainda, gerando mais rendimentos futuros para que possam novamente esperar a nova crise e repetindo o ciclo, ficando assim cada vez mais ricos.

É isto mesmo, eles guardam o dinheiro gerado em momentos de euforia, em caixa ou com um rendimento adequado à taxa de juros do país para obterem ganhos extraordinários comprando excelentes empresas a preços descontados.

Ou seja, eles não se preocupam em estarem mais certos do que outros investidores ou analistas. O que eles querem é ganhar dinheiro sempre e de forma contínua, a partir de novos investimentos interessantes em momentos de crise. Tão simples e tão complicado quanto isto.

Resumindo:


A crise é sim uma oportunidade de ganhos para quem investe de forma regular e consciente.

Investidores ricos ou não, que têm a consciência de que os maiores ganhos com investimentos são os de longo prazo (não caia na tentação de achar que 1 ano é longo prazo), conseguem uma geração de rendimentos tal que abrem para suas carteiras oportunidades de, em momentos de crise, adquirir ativos que estão descontados simplesmente porque outros investidores em pânico estão vendendo sem analisar a real situação da empresa da qual é acionista.

Não se deixe enganar: às vezes estes descontos são bons a ponto de modificarem sua condição financeira em poucos anos.

Crises são cíclicas. Durante nossa vida, desde que vivamos o suficiente para isso, vamos ver certamente mais de uma crise se formando e se dissolvendo.

E a boa notícia é que não precisamos viver 100 anos ou mais para passarmos por estas experiências.

Um último recado: investir em Renda Fixa não é somente para quem é conservador. É uma necessidade para todos os investidores. Seja para diversificar sua carteira (e esta é uma atitude muito saudável para seu futuro financeiro) ou para ter dinheiro disponível para aproveitar os momentos de pânico gerados por crises.

 

Bons investimentos e até a próxima.

Dúvidas, críticas, elogios ou sugestões? Escreva para nós no e-mail contato@investimentusbrasil.com.br. E não deixe de se cadastrar abaixo, pois temos conteúdos exclusivos e gratuitos para você.

CONTEÚDO EXCLUSIVO !

Insira o seu e-mail abaixo para receber GRATUITAMENTE os nossos conteúdos EXCLUSIVOS de recomendações e análises de investimentos.>